os melhores lançamentos, você encontra aqui!


os melhores lançamentos, você encontra aqui!

  • CANETA DE PEELING DE CRISTAL TIPO A
  • CANETA DE PEELING DE CRISTAL TIPO A
  • CANETA DE PEELING DE CRISTAL TIPO A

CANETA DE PEELING DE CRISTAL TIPO A

Caneta tipo A para procedimento de Peeling de cristal facial ou corporal

referência: 002286
fabricante: IBRAMED
estoque: Disponível

Consultar frete e prazo de entrega:informe o cep no campo ao lado e aperte enter.

Descrição do Produto
configurações e características técnicas do produto.

Caneta tipo A para procedimento de Peeling de cristal facial ou corporal


Procedimento:
Higienizar a pele com loção de limpeza;
Proteger os olhos com gaze ou algodão umedecido em solução fisiológica;
Umectar os lábios;
O peeling de cristal deve ser aplicado com a pele seca, entretanto o peeling de diamante pode ser aplicado com a pele seca ou umedecida;
Escolha da ponteira de acordo com a área e espessura
Tempo 5 a 20 min
Intensidade acima de -300 mmHg
Movimentos ascendentes (contra a gravidade, do centro para a periferia, três passagens - horizontal, vertical e oblíqua);
Utilizar gaze com soro fisiológico para remover os resíduos finais;
Aplicar máscara de acordo com a pele e a idade do paciente;
Finalizar com fator de proteção solar acima de 30
Obedecer ao tipo de pele





Ambas as técnicas, o peeling de cristal e o peeling de diamante são ideais para preparar a pele para a limpeza de pele e aplicação de dermocosméticos
Tanto o peeling de cristal quanto o peeling de diamante podem ser realizados em qualquer parte do corpo, sendo as regiões mais tratadas: face, colo e mãos
Karimipour et al
, 2005 realizaram um estudo para investigar se a microdermabrasão por jateamento de microcristais de óxido de alumínio com varredura em três passadas (horizontal, vertical e obliquo) poderia causar as alterações moleculares na pele
Quarenta e nove indivíduos receberam um tratamento único para microdermoabrasão da pele das nádegas numa área correspondente a 2 cm x 2 cm e em seguida com um punch de 4 mm amostras da pele de área não tratada (controle) e de áreas tratadas foram obtidas e congeladas em nitrogênio líquido para posterior processamento para análises bioquímicas e imuno-histoquímica
Foram utilizadas para avaliar os efeitos da microdermabrasão na pele as mudanças nos fatores de transcrição gênica (AP-1, NF-?ß), citocinas primárias (interleucina-1ß, TNFa), metaloproteinases de matriz (MMP-1, MMP-3, mmp-9), enzimas de reparo de barreira (acetil-coenzima A carboxilase, 3-hidroxi-3-metilglutaril coenzima A redutase) e procolágeno tipo I
Os resultados demonstraram que pode ocorrer elevação de fatores de transcrição, citocinas primárias e metaloproteinases de matriz ocorre rapidamente após um único tratamento de microdermoabrasão
Dois dos 11 pacientes também demonstraram aumento RNA mensageiro para procolágeno tipo I 14 dias após o tratamento e concluíram que a microdermabrasão ativa uma remodelação dérmica/cascata de reparo e regeneração tecidual
Os autores sugerem que estudos posteriores são necessários para verificar como essas alterações se processam com um numero maior de sessões
Karimipour et al
, 2006 realizaram estudo comparativo cujo objetivo foi avaliar a importância relativa dos dois componentes da microdermoabrasão, pressão negativa e abrasão pelo jeteamento dos microscristais, para estimular a expressão de genes envolvidos no remodelação dérmica
Dez pacientes foram tratados com uma máquina de microdermoabrasão com jeteamento de microscristais junto com pressão negativa ou pressão negativa apenas por 3 segundos
Biopsias foram colhidas de áreas não tratadas (controle) e 4, 8 e 24 horas após o tratamento e foram realizadas as seguintes análises bioquímicas: transcriptase reversa em tempo real RT-PCR, reação em cadeia da polimerase PCR (proteína ativadora da transcrição fator-1), citocinas primárias (interleucina 1ß, fator de necrose tumoral-a), e metaloproteinases de matriz (MMP-1, MMP-3, MMP-9)
Os resultados demonstraram aumento significativo na expressão gênica do componente c-Jun da proteína ativadora-1, de interleucina 1ß, fator de necrose tumoral-a e das metaloproteinases de matriz MMP-1, MMP-3 e MMP-9 com tratamento de microdermabrasão ? jateamento com cristal combinado com pressão negativa associada
A pressão negativa isolada só resultou em aumento da expressão gênica de MMP-1 e MMP-3, mas de magnitude quantitativamente reduzida quando comparada com a pressão negativa com a abrasão de cristal
Este estudo conclui que o componente abrasivo do jeteamento por microcristais na microdermoabrasão é necessário para estimular de forma significativa a expressão de genes envolvidos no remodelamento da derme

Especificações:
Informações importantes sobre este produto:

- Preços e condições de pagamento válidos somente para compras no site www.fisiocontrol.com.br ou pelo Televendas (31) 3274-6062.
- Em caso de divergência de preços, o valor final considerado será o do Carrinho de Compras.
- Imagens meramente ilustrativas.

Quem procura este item também se interessa por:

Itens que você acessou recentemente:

    • Cadastre o seu E-mail
      e receba promoções exclusivas!


Copy © 2015 - Todos os direitos reservados | www.fisiocontrol.com.br | FisioControl Comércio Ltda | CNPJ 09.343.751/0001-85
Fotos meramente ilustrativas. Preços e condições exclusivos para o site, podendo sofrer alterações sem prévio aviso.
Site com criptografia SSL.

Formas de Pagamento

Formas de Pagamento Ambiente SSL ConB2c, Conectando Plataformas